BPM

Bizagi segue no Brasil

Por Maurício Renner

Sexta, 17/02/2017 15:42

Bizagi segue no Brasil

A reportagem do Baguete Diário errou ao publicar na terça-feira, 14, que a Bizagi, fornecedora de software para gerenciamento de processos de negócio (BPM, na sigla em inglês), estava de saída do Brasil.

Na verdade, o que aconteceu é que a companhia reorganizou suas operações no país, com a saída de Rodrigo Portieri do comando do negócio. O executivo foi contratado no começo de 2016. 

Com a mudança, dois executivos no Brasil, Luis Chaves no Rio de Janeiro e Cristopher Soeiro em São Paulo tocarão a operação no país, respondendo diretamente para Juan Manuel Mogollón, VP da Bizagi baseado em Bogotá, na Colômbia. 

A cobertura do mercado seguirá sendo feita também por parceiros como Atos, Tecnisys, ITG, Pentago, Microware, MBS, Gnofi, P4Pro e Compsis.

"O nosso objetivo é continuar crescendo e consolidando a nossa operação neste país, que é um dos mais importantes para a Bizagi ao arredor do mundo", explica Mogollón.

A Bizagi tem 100 clientes e 12 mil licenças ativas no Brasil. A meta na chegada era dobrar o faturamento no país.

Fundada no Reino Unido em 1989, a companhia tem escritórios em cidades como São Francisco, Nova York, Bogotá, Madrid, Munique e São Paulo.

A empresa atende a clientes como Audi, Adidas, Telefónica, L’Oreal e Caixa Seguros. 

A publicação original no site foi corrigida nesta sexta-feira, 17.

Tags BPM BizAgi

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!