EurekaClick une exportadores latinos

Por Juliana Franzon

Segunda, 24/05/2010 19:50

EurekaClick une exportadores latinos

Com foco no mercado latino de pequenas e médias empresas que atuam com comércio exterior, o portal catarinense EurekaClick tem a proposta de colocar em contato compradores internacionais e exportadores da América Latina.

De forma gratuita, o site disponibiliza espaço para as empresas terem uma loja virtual, com fotos e especificações do produto, além de informações institucionais, como conquista de ISOs e outras certificações.

Já são 500 companhias cadastradas, entre compradores globais e exportadores, com sede em países como Argentina, Brasil, Colômbia, China e México.

O foco do site está principalmente em empresas pequenas e médias, que não possuam uma equipe de comércio exterior, como é o caso da Furtherland, empresa pernambucana que exporta artesanato.

As companhias de maior parte, como a Arace Equipamentos, de São Paulo, e a gaúcha Clip Pertec, ambas do setor de máquinas e equipamentos pesados, são minoria entre as cadastradas no portal.

A expectativa dos criadores do Eureka, Rógini Haas, estudante de Administração; e Henrique Pereira Machado, estudante de Engenharia de Materiais; é contar com 25 mil empresas usuárias do site até o final de 2011.

“Realizamos um investimento inicial de R$ 40 mil. A injeção de capital será feita em etapas. Inclusive buscamos um novo investidor para o segundo aporte financeiro”, revela Haas.

Como o principal serviço do Eureka é gratuito, não há previsão de geração de renda nos primeiros 12 meses.

“Isso deve começar a ocorrer a partir do segundo ano, com novas funcionalidades ligadas ao Comex que serão colocadas à disposição das empresas cadastradas”, planeja o sócio.

Os estudantes esperam ter um retorno de 100% já no terceiro ano de operação, considerando fatores como o desconto de fluxo de caixa.

O projeto começou a ser desenvolvido em 2008, com estudos sobre viabilidade econômico-financeira e conhecimento de mercado. No ano seguinte o portal começou a ser desenvolvido e entrou em período de testes.

“O Eureka começou a funcionar de fato em janeiro deste ano. Agora avaliamos estratégias de publicidade e no segundo semestre pretendemos investir capital para alavancar o crescimento do site”, descreve Haas.

Segundo ele, os próximos passos serão buscar novos serviços, gerar caixa e investimentos na equipe, com o objetivo de conferir maturidade operacional e financeira à empresa.

Inspiração em sites de busca

O funcionamento do portal segue modelos e parâmetros dos sites de busca: o usuário realiza pesquisas por palavras-chave, de acordo com o produto e atividade que procura, e o sistema retorna com as empresas que disponibilizam a mercadoria.

A partir daí a negociação internacional pode ser iniciada no próprio site.

“A ideia do site surgiu quando morei na Europa e percebi que a qualidade de vida estava muito ligada ao trânsito de mercadorias e pessoas”, revela o estudante de administração.

Já no Brasil, os sócios viram no comércio intra-bloco da América Latina um segmento com potencial pouco explorado.

“Outro fato importante foi que percebemos que muitas das pequenas empresas que participam do Comex não possuem um site”, completa Hass. “Acreditamos que o Eureka venha a preencher essa lacuna do comércio exterior latino”, finaliza.

Tags Internet Quentinhas do baguete América Latina exportação EurekaClick

Compartilhe

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!