Joinville: incubadora e programa de exportação

Por Gláucia Kirch

Terça, 10/08/2010 16:10

Foi inaugurada na segunda-feira, 09, a Incubadora de Base Tecnológica (IBT), em Joinville. A estrutura é a primeira de sete etapas do Parque de Inovação Tecnológica de Joinville e Região (Inovaparq), que contará com investimento total estimado em R$ 30 milhões.

Para a construção da incubadora, os recursos foram bancados pelo governo catarinense. A entidade, que tem espaço inicial para dez empresas, conta, ainda, com apoio de UFSC, Udesc, Univille e Instituto Católico de Santa Catarina.

Além da incubadora, o prédio da IBT também vai abrigar a administração do Inovaparq.

“A intenção do grupo gestor é dinamizar o sistema regional de inovação”, afirma o reitor da Univille, Paulo Ivo Koehntopp.

Além de TI, a nova incubadora irá abrigar empresas das áreas de biotecnologia, química-farmacêutica, meio ambiente, design e materiais.

Agências de transferência de tecnologia, de prestação de serviços, de captação de recursos, incubadoras setoriais, empresas-âncora, centro de serviços e escritórios de agências de fomento e ciência e tecnologia também serão aceitos na nova estrutura.

Programa Primeira Exportação
Também foi lançado na segunda, 09, o Projeto Primeira Exportação, focado no desenvolvimento do comércio exterior para micro, pequenas e médias empresas da região de Joinville.

O projeto integra o Plano Plurianual do Governo Federal, com apoio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em Santa Catarina, será gerido pelas secretarias de estado de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Agricultura, de Desenvolvimento Regional (SDR) – Joinville, de Articulação Internacional e da Fazenda.

Também entram na parceria a prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Integração; as entidades empresariais Ajorpeme e Acij e as  instituições de ensino superior Univille e FCJ.

“O objetivo do programa é aumentar a base exportadora brasileira através da inclusão de micro, pequenas e médias empresas no mercado internacional, por meio do acompanhamento sistematizado do processo de internacionalização, servindo de instrumento de cooperação entre órgãos do setor público, privado e da sociedade civil”, afirma o secretário catarinense de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Paulo César da Costa.

Tags Negócios e Gestão exportação incubadora Joinville

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!