VTEX

Ferramentas Gerais renova e-commerce

Por Júlia Merker

Quarta, 26/07/2017 18:23

Ferramentas Gerais renova e-commerce

A Ferramentas Gerais, empresa do grupo SLC que atua no segmento de ferramentas e suprimentos para manutenção e reparo de máquinas e equipamentos, renovou sua loja virtual com a solução de cloud e-commerce da VTEX.

Com a troca de plataforma feita neste ano, a empresa reduziu os custos de TI em 82% e elevou em 9% a margem de contribuição do canal digital. A Ferramentas Gerais possui nove lojas físicas em cinco estados e faturamento superior a R$ 700 milhões.

“Além de reduzir os custos operacionais, a solução de cloud e-coomerce possibilita aumentar o faturamento, a receita, o número de pedidos e as taxas de conversão de vendas. O modelo também melhora o timming-to-market e capacidade de expansão global,” afirma Rafael Campos, sócio-diretor da VTEX.

Em 2012, a Ferramentas Gerais começou a desenvolver o seu canal de comércio eletrônico com outra plataforma. 

“O objetivo era ter mais um ponto de contato estratégico com os consumidores, oferecendo agilidade e praticidade para os nossos clientes B2B e ampliando o alcance das vendas B2C”, explica Leonardo Foresti, gerente de E-Commerce da companhia.

No início do desenvolvimento da loja virtual, a FG optou por assinar contrato uma empresa de software que exigia a compra de uma licença de código fonte e demandava a contratação do servidor e infraestrutura para o sistema de e-commerce. 

“Naquela época, nós tivemos que criar uma equipe de tecnologia para realizar a manutenção e evolução da área digital e passamos a assumir altos custos fixos que eram independentes do faturamento do canal digital. As despesas mensais representavam uma grande parcela do faturamento”, complementa Foresti.

Com o canal digital registrando prejuízos todos os meses, a empresa tomou a decisão de buscar uma solução com baixos custos operacionais. 

“Escolhemos a VTEX por se tratar de uma plataforma de Software como Serviço (SaaS), onde pagaríamos uma taxa proporcional ao faturamento do e-commerce, com acesso à infraestrutura, hospedagem, manutenção e atualizações constantes”, afirma Foresti.

Segundo Campos, o modelo tecnológico vem ganhando cada vez mais espaço. 

“Consul, Brastemp e Sony são exemplos de empresas que já migraram do desenvolvimento interno para o cloud commerce”, diz. 

A plataforma VTEX é utilizada por mais de 2 mil lojas virtuais em 20 países. A empres possui clientes globais corporativos como Sony, Disney, Walmart, Danone, Whirlpool, Coca-cola, Lancôme, Avon e Lego.

Em 2015, a VTEX faturou R$ 64 milhões, um crescimento de 45% em relação ao valor conquistado no ano anterior. Para 2016, a empresa divulgou a meta de superar R$ 80 milhões em receita, mas ainda não divulgou o resultado.

Tags e-commerce Ferramentas Gerais Vtex

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!