VIAGEM

Catar não exige mais visto para brasileiros

Por Júlia Merker

Quinta, 10/08/2017 14:45

Catar não exige mais visto para brasileiros

O Catar acaba de anunciar mudanças em suas regras de turismo para permitir a entrada sem visto para cidadãos de 15 países na América Central e do Sul, inclusive o Brasil.

A nova determinação passou a valer com efeito imediato para os países Argentina, Brasil, México, Venezuela, Uruguai, Peru, Paraguai, Colômbia, Chile, Equador, Bolívia, Guiana, Panamá, Costa Rica e Cuba.

Os cidadãos desses países que desejarem visitar o Catar receberão concessão sem custos no porto de entrada do país, mediante apresentação de um passaporte válido com data de expiração mínima de seis meses e uma passagem de saída ou retorno confirmada.

A concessão dará direito ao visitante passar até 30 dias no Catar (com múltiplas entradas e a possibilidade de solicitar uma extensão da concessão por outros 30 dias).

Outras 65 nacionalidades já receberam concessões similares no Catar anteriormente, em um esforço para atrair mais visitantes ao país.

"Com 80 nacionalidades elegíveis a um visto gratuito mediante a chegada, o Catar se torna o país mais aberto da região e estamos contentes por convidar os visitantes a descobrir nossa reconhecida hospitalidade, herança cultural e tesouros nacionais", declara Hassan Al Ibrahim, presidente interino da Autoridade de Turismo do Catar (QTA).

Em novembro de 2016, o Catar lançou um visto de trânsito, que permite a passageiros de todas as nacionalidades transitar no Catar por entre 5h e 96h. Em maio de 2017, a QTA e a Qatar Airways lançaram +Qatar, um pacote que inclui a estada de uma noite grátis em um hotel 4 ou 5 estrelas em Doha, juntamente com um visto de trânsito.

O Catar, localizado na península Arábica, é destaque global por suas reservas de petróleo e gás natural. O país teve a maior renda per capita do mundo no ano passado.

Em junho, apontando acusações de apoio ao extremismo islâmico com justificativa, Arábia Saudita, Bahrein e Emirados Árabes cortaram relações com o Catar. Os países também obrigaram os cidadãos catarianos a deixarem seus territórios e vetaram que seus próprios cidadãos visitassem ou residissem no país.

Já nesta semana, Catar, Bahrein e Emirados Árabes Unidos chegaram a um acordo para abrir corredores aéreos para facilitar voos da companhia Qatar Airways.

Hoje, o Catar é considerado a nação mais rica do mundo, com renda per capita de US$ 127.660, segundo o Banco Mundial. O país está bem acima do segundo colocado, Luxemburgo, com US$ 104.003, e quase oito vezes mais do que a média global, de US$ 16.318.

Em 2022, o país será sede da Copa do Mundo de futebol.

Tags viagem visto catar

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!