SAP

Farmoquímica troca SQL por Hana

Por Júlia Merker

Quinta, 10/08/2017 19:58

Farmoquímica troca SQL por Hana

A Farmoquímica (FQM), uma das maiores indústrias farmacêuticas do país, está em fase de migração de seu ambiente de TI, incluindo as soluções SAP, para a nuvem. Iniciado em maio deste ano, o movimento prevê ainda a substituição do banco de dados SQL pelo Hana e, posteriormente, a adoção da solução SAP S4/Hana.

A FQM atua na indústria farmacêutica através da produção e comercialização de medicamentos sob prescrição médica. Com duas plantas de fabricação – uma de 26.000 m2 e outra com 1.200 m2 de área construída – na cidade do Rio de Janeiro, sua linha de produtos conta com mais de 40 medicamentos de marca.

Nos últimos anos, a empresa adquiriu outras empresas e lançou novas linhas de negócios. O crescimento trouxe complexidade para a operação da companhia, que vem realizando atualizações tecnológicas baseadas em diferentes soluções da SAP, incluindo SAP ERP ECC, SAP Afaria, SAP Ariba e SAP BPC.

Agora, a empresa decidiu levar todo seu ambiente de TI para a nuvem.

“Nossos servidores estavam perdendo a garantia e teríamos que fazer um investimento bastante alto no refresh destas máquinas”, diz Karla Fonseca, CIO da FQM.

Alguns estudos realizados no mercado demonstraram que, no caso das soluções SAP, seria mais vantajoso levar o ambiente para a nuvem, adotando a plataforma SAP HANA.

Os estudos para retirar o ambiente de TI de dentro da empresa começaram em 2014. No final do primeiro trimestre de 2017, a equipe definiu as duas fases do projeto.

Na primeira, realizada entre os meses de março e abril, todos os ambientes (SAP e não-SAP) foram migrados para a nuvem da IBM. 

Na segunda fase, prevista para os meses de maio e junho, foi feita a implementação do Enhancement Package 7 no SAP ECC, levando o sistema para a suíte SAP on HANA. O go-live final foi realizado no dia 20 de junho.

“Foi do serviço Premium da SAP a responsabilidade pelo desenho do projeto de migração”, revela Karla. 

A equipe de serviços da SAP esteve envolvida diretamente em iniciativas como: adaptação e ajustes de Abaps, desenvolvimentos específicos para atender necessidades peculiares da indústria de atuação da FQM; e apoio em momentos delicados do projeto em relação a entregas de outros parceiros.

O projeto envolveu cerca de 40 pessoas. Do lado da FQM, foram 13 pessoas da área de TI e mais 16 usuários-chave das áreas de negócio e de garantia de qualidade. Além destes, havia mais três profissionais da IBM e cinco profissionais SAP on-site.

Tags SAP nuvem Hana fqm

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!