RECONHECIMENTO

Roloff, da SAP, entra em lista de LGBT influentes

Por Júlia Merker

Segunda, 06/11/2017 15:57

Roloff, da SAP, entra em lista de LGBT influentes

Filipe Roloff, que ocupa a função de consultor de sucesso do cliente no SAP Labs Latin America, foi citado no ranking dos 50 futuros líderes LGBT mais influentes do mundo.

A pesquisa foi criada pelo jornal britânico Financial Times em parceria com a ONG Out­standing, que promove a diversidade dentro das empresas.

Roloff está à frente, desde 2016, do grupo Pride@SAP no Brasil. O grupo busca disseminar mensagens e iniciativas de diversidade e inclusão da comunidade LGBT no ambiente de trabalho para os mais de 2 mil funcionários da empresa e da SAP Brasil.

O ranking Outstanding, desde 2013, relaciona os principais executivos ao redor do mundo, além de aliados (apoiadores que não são gays) e futuros líderes, onde Filipe foi inserido. 

A SAP conta com diversas ações em prol da diversidade e inclusão além do Pride.

Entre elas estão o grupo Ethnicities@SAP, que estimula a inclusão de minorias étnicas; o Mulheres na SAP, pelo qual a empresa busca ter 25% dos cargos de liderança ocupados por mulheres até o final de 2022; o Business Women's Network, uma rede de funcionários para acelerar a carreira das mulheres na área de TI; e o SAP Autism at Work, que tem como objetivo promover a inclusão de pessoas com autismo na empresa.

Há cerca de dois anos, a SAP Brasil assinou a Carta Compromisso do Fórum de Empresas e Direitos LGBT. O documento reúne 10 compromissos das empresas com a promoção dos direitos humanos de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais.

O Fórum foi criado em março de 2013 e conta com a participação de 80 companhias incluindo Carrefour, IBM, Accenture, Alcoa, Basf, Caixa, Dow, HSBC, P&G e PwC.

Já em 2017 a SAP do Brasil ingressou na Coalizão Empresarial a favor da Equidade Racial e de Gênero, um movimento organizado pelo Instituto Ethos com o objetivo de aumentar a participação de mulheres e negros em cargos executivos de grandes empresas do país.

Entre os 30 integrantes da iniciativa estão Bayer, BASF, MCDonald's, Coca-Cola, Carrefour e Via Varejo.

Em 2016, a SAP se tornou a primeira empresa multinacional de tecnologia no mundo a receber o Certificado Global de Igualdade de Gênero (Economic Dividends for Gender Equality – EDGE).

Tags SAP ranking LGBT pride

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!