CRESCIMENTO

Totvs engrena no terceiro trimestre

Por Maurício Renner

Quinta, 09/11/2017 14:33

Totvs engrena no terceiro trimestre

A Totvs fechou o terceiro trimestre do ano com uma receita líquida de R$ 537 milhões, o que representa uma alta de 4,6% frente ao mesmo período do ano passado.

É o melhor resultado na comparação ano a ano da Totvs em bastante tempo: a empresa cresceu 1,6% e 1% nos dois trimestres anteriores, saindo de uma sequência de quatro trimestres com queda ao longo de 2016.

Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, no entanto, a Totvs registrou uma queda de 2,5% no resultado.

Na sua divulgação de resultados, a empresa frisou a alta da receita recorrente, que registrou aumento de 10% na comparação com o mesmo período do ano passado e totalizou R$ 368 milhões. 

Pelo quinto trimestre consecutivo, a receita de software superou a do trimestre anterior, totalizando R$ 371 milhões - 7,4% superior ao 2T17 -, e consequência do crescimento de 34,4% de subscrição, que somou R$ 79 milhões. 

Esses são indicadores importante do sucesso da estratégia da Totvs em se converter numa empresa baseada no modelo de assinatura de software e não mais de licenças.

“São quase cinco mil novos clientes de subscrição conquistados este ano, o que levou ao crescimento de 42% da receita recorrente em 2017. Número que representa 1/3 da receita de manutenção dos últimos 12 meses. Esse desempenho demonstra que a transição do modelo de licenciamento para o modelo de subscrição avançou significativamente”, destaca Gilsomar Maia, CFO e diretor de Relações com Investidores da Totvs.

A transição para o novo modelo, no qual os pagamento inicial da licença é substituído por receitas a serem auferidas ao longo de um longo tempo, é dolorosa para o bolso da Totvs no curto prazo.

A estrutura de custos e despesas tem apresentado crescimento superior ao da receita enquanto a base instalada de subscrição é construída, levando à redução do lucro líquido pela metade, de R$ 45 milhões no terceiro trimestre do ano passado para R$ 22 milhões no atual. 

A despeito da menor lucratividade, a companhia reduziu sua dívida líquida em 25% no período.

“A Totvs está passando pela transformação digital e se adaptando à realidade de crescimento de receita baseada em software como serviço, sem comprometer sua capacidade de crescimento e inovação, o que tende a colaborar para a elevação da rentabilidade no médio e longo prazo”, reforça o CFO.

Nesse trimestre, a Totvs criou o iDEXO, um espaço que visa conectar startups, empreendedores e desenvolvedores a grandes empresas na busca por novas soluções de negócios. 

Além disso, a Totvs foi a única empresa de TI do Brasil presente no ranking global de inovação da consultoria PwC divulgado nesse trimestre. Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento somaram R$ 1,3 bilhão nos últimos cinco anos. 

Tags Totvs

Compartilhe

VEJA TAMBÉM

ASSINE A NEWSLETTER

Receba gratuitamente nossa Newsletter e as últimas atualizações.

Preencha o campo email corretamente.
Cadastro realizado com sucesso!