NUVEM

Data center da Oracle abre até novembro

Por Júlia Merker

Terça, 15/08/2017 19:08

Data center da Oracle abre até novembro

O segundo data center da Oracle no Brasil será inaugurado entre outubro e novembro de 2017.

A informação é do presidente da Oracle, Rodrigo Galvão, que esteve em Porto Alegre nesta terça-feira, 15, e conversou com exclusividade com a reportagem do Baguete Diário.

Galvão não abriu o local do empreendimento, mas adiantou que a nova estrutura será destinada a ofertas de infraestrutura como serviço (IaaS) e plataforma como serviço (PaaS).

Com isso, o primeiro data center da empresa no país, localizado em Campinas, terá foco no segmento de software como serviço (SaaS).

“A computação em nuvem democratiza a tecnologia. Assim, a Oracle pode atender desde PMEs que nascem no mundo digital até grandes empresas que estão se adaptando e transformando sua operação”, relata o executivo.

Galvão está no cargo de presidente da Oracle no Brasil desde junho, quando assumiu a posição deixada em novembro do ano passado por Cyro Diehl. O novo líder está na companhia há 16 anos, quando iniciou sua carreira como estagiário da Oracle.

O discurso de reforçar as ofertas em nuvem está alinhado com a estratégia global da Oracle, que terá seus três pilares oferecidos no Brasil com o novo data center, se igualando a empresas como IBM e Amazon, que já tem seus centros aqui há mais tempo. 

No ano passado, Larry Elisson, presidente da companhia, colocou a entrada no mercado de infraestrutura como serviço como mais um passo da Oracle na corrida da computação na nuvem, no qual o executivo acredita ter deixado outros concorrentes para trás.

Para Elisson, a Oracle venceu a SAP na categoria de software como serviço (SaaS) em aplicações como software de gestão, e a IBM quando o tema é plataforma como serviço (PaaS), em ofertas de middleware e analytics.

Com os investimentos no segmento, o objetivo da empresa - disparado por Elisson no Oracle Open World de 2016 - é tirar a Amazon da liderança do mercado de computação em nuvem.

A missão, no entanto, ainda está longe de ser alcançada. De acordo com um relatório da Canalys divulgado em fevereiro de 2017, a Amazon lidera o mercado de infraestrutura em nuvem com uma fatia de 33,8%. 

Microsoft, Google e IBM, que ocupam o 2º, 3º e 4º lugar, chegam, somadas, a apenas 30,8% do mercado. A Alibaba ocupa a 6ª posição, com participação de 2,4%, seguida pela Oracle, com 1,7%.

Todas as outras empresas do segmento, somadas, ficam com uma fatia também menor do que a da Amazon.

Tags data center Oracle nuvem

Compartilhe

VEJA TAMBÉM